Programa Radiofônico Conciliando as Diferenças fecha 2015 promovendo a pacificação social

 balançoconcilia 21

2015 foi um ano de muito trabalho e de bons resultados para a equipe que comanda o programa radiofônico “Conciliando as Diferenças”, produzido pelos profissionais da Assessoria de Comunicação- ASCOM e do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Soluções de Conflitos da Justiça do Amapá- NUPEMEC, transmitido todas as quartas-feiras no horário de 17h00 as 18h00, pela Rádio Universitária FM 96,9.

 balançoconcilia 5O foco do programa é levar aos ouvintes as informações sobre Medição, Conciliação, Negociação e Arbitragem. O formato do programa foi preparado especificamente para instruir cidadãos e cidadãs sobre essas ferramentas jurídicas que a partir de março de 2016 farão parte da vida de todos, efetivamente, por meio da Lei Federal 13.140/2015 (Lei da Mediação) e do novo Código de Processo Civil.

Para a instrutora do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Soluções de Conflitos do TJAP/NUPEMEC e apresentadora do Programa Conciliando as Diferenças, Sônia Ribeiro, essa ferramenta de comunicação é inovadora.

 balançoconcilia 11“Quando o programa foi ao ar no primeiro dia, ainda não tínhamos a inteira noção do que nos esperava. Era tudo muito novo para nós, especialmente para mim que nunca tinha feito um programa de rádio antes. Só sabia que ia ser um desafio grande e que estava disposta a seguir em frente com essa nova proposta da Justiça do Amapá de levar a todos mais conhecimento sobre as atividades desta Justiça Consensual. Estou além de surpresa, muito feliz. Deu certo”, explicou

 balançoconcilia 3A primeira edição do programa Conciliando as Diferenças foi ao ar no dia 27 de junho de 2015. De lá pra cá foram realizadas 29 edições do programa, onde foram abordados diversos temas importantes sobre Métodos Alternativos de Solução de Conflitos.

 balançoconcilia 12Outro ponto alto do programa é o quadro “Dicas de Mediação e Conciliação”, apresentado pela servidora Sônia Ribeiro, onde ela ensina como ser um mediador e conciliador, apresentando algumas técnicas aplicadas e o passo a passo para a solução de conflitos. Entre os temas abordados: Evitação, Teoria da Comunicação-Comunicação Não Violenta e Teoria do Conflito-Parte 1.

 balançoconcilia 2No quadro de entrevistas, passaram pelo estúdio diversas personalidades do cenário jurídico brasileiro, como por exemplo, os desembargadores do TJRJ Siro Darlan, e do TJAM Cláudio Cesar Ramalheira Roessing; e a juíza e coordenadora do Centro Judiciário de Solução de Conflito e Cidadania do TJRS, Geneci Ribeiro de Campos, entre outras.

 balançoconcilia 16Ao longo desses sete meses de atividade, o programa também realizou debates importantes, a exemplo da Lei da Arbitragem e Mediação e o Comparativo com o Novo Código de Processo Civil.

No mês de setembro, o programa foi dedicado totalmente aos 20 anos de criação da Lei Federal 9.099/95, onde foram discutidos os avanços sociais alcançados com a referida Lei e as perspectivas para o futuro.

 balançoconcilia 1E no último programa do ano de 2015 (devido ao recesso do Poder Judiciário), os apresentadores Sérgio Bringel e Sônia Ribeiro, entrevistaram a coordenadora da Central de Conciliação da Comarca de Macapá, juíza Joenilda Lenzi, que apresentou uma avaliação sobre as mediações e conciliações realizadas pela Justiça Estadual durante o ano de 2015.

 balançoconcilia 4“Foi um ano muito bom e positivo. Os resultados obtidos no dia a dia e nas semanas estaduais e na nacional de conciliação superaram e muito as nossas expectativas. Diante desses resultados, só posso dizer que o nosso desafio para solidificarmos a pacificação social por meio do diálogo já não é mais um sonho, é pura realidade. E esse programa da nossa Rádio do Judiciário “Conciliando as Diferenças”, fez um papel relevante, difundindo essa prática que veio para ficar em nosso ordenamento jurídico”, enfatizou a magistrada

De acordo com a presidente do TJAP, desembargadora Sueli Pini, esse é apenas o começo de muitas outras ações que estão por vir em 2016, onde o desafio será maior e com muito mais produção.

 balançoconcilia 14“Estamos viabilizando para o ano que vem a possibilidade de realizarmos dentro do Programa Conciliando as Diferenças, mediações e conciliações entre os interessados ao vivo na rádio. Será mais um projeto inovador na comunicação institucional do TJAP que vamos colocar em prática. Estou extremamente feliz com os resultados, afinal essa também é a nossa tarefa como magistrados, continuar divulgando as ações da Justiça Estadual em prol da cultura da desjudicialização e da pacificação social”, concluiu a presidente.

A JudiciRádio Juiz Mário Kaskélis é uma ferramenta muito especial de comunicação que se destina a levar informação sobre os fatos e acontecimentos realizados pela Justiça amapaense a toda população do Estado, assim como, as demais mídias aderidas pela Justiça amapaense.

Macapá, 23 de novembro de 2015-

Texto: Sérgio Bringel

Fotos: Pedro Gomes

Siga-nos no Twitter: @Tjap_Oficial

Facebook: Tribunal de Justiça do Amapá

YouTube: TJAP Notícia

Flickr: www.flickr.com/photos/tjap_oficial

Instagram: @tjap_oficial

Selo 28 Anos TJAP Selo 29 Anos TJAP Selo Ouro CNJ Sessões online

O Tribunal de Justiça do Estado do Amapá utiliza cookies em seu portal e Aplicativos para controle de navegação no site e geração de informações estatísticas, os quais são armazenados apenas em caráter temporário para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com esse monitoramento. Conheça nossa Política de Privacidade, Cookies e a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais - LGPD