Programa de Mediação Escolar do TJAP estabelece parceria com o Programa Amapá Jovem do GEA

MEDIAÇÃO ESCOLAR PARCERIA AMAPÁ JOVEM (2).jpgA equipe do Programa de Mediação Escolar e Social do Tribunal de Justiça do Amapá (TJAP) reuniu-se com o Secretário Extraordinário da Juventude do Amapá, Pedro Filé, para tratar sobre a inclusão dos Alunos Conciliadores das Escolas Estaduais Coelho Neto, Sebastiana Lenir, Antônio Cordeiro Pontes e Raimunda dos Passos como bolsistas do Programa Amapá Jovem. Em contrapartida, os integrantes do Amapá Jovem serão capacitados como Conciliadores pelo TJAP, por meio do NUPEMEC/Mediação Escolar.

MEDIAÇÃO ESCOLAR PARCERIA AMAPÁ JOVEM (1).jpg

“Essa parceria com o TJAP vai contribuir para a resolução de conflitos, principalmente nessa idade dos jovens, que passam por  muitas mudanças e convivência em diferentes ambientes. A relação familiar, as relações na escola, interferem diretamente na forma que se relacionam com os outros. Nos ambientes como os polos do programa Amapá Jovem, acaba ocorrendo algum tipo de desentendimento entre eles. E nós precisamos buscar ferramentas que os auxiliem lidar com essas situações de forma pacífica”, disse o Secretário Pedro Filé.

De acordo com sua avaliação oferecida pelo NUPEMEC/TJAP auxiliará a “evitar que esses jovens cometam agressões ou até crimes, por situações que poderiam ser resolvidas com uma conversa, com o entendimento sobre como lidar com as emoções”. O Secretário complementou dizendo que “a proposta do TJAP de formar jovens conciliadores por meio de práticas integrativas e restaurativas vai ajudar o Programa Amapá Jovem a formar cidadãos melhores para o convívio em sociedade”.

Para a Coordenadora do Programa de Mediação Escolar do NUPEMEC/TJAP, Euzinete Bentes, “a parceria com o GEA será benéfica tanto para o Aluno Conciliador formado pelo Tribunal, que terá uma bolsa financeira para custear suas pequenas despesas e poder desenvolver suas atividades dentro do Núcleo de Mediação Escolar, quanto para os atuais integrantes do Programa Amapá Jovem do Governo do Estado, que terão a formação de conciliadores”. A cooperação se dará a partir de 2021, considerando que os cursos precisam ser presenciais porque contam com práticas vivenciais.

Participaram da reunião Euzinete Bentes, Coordenadora do Programa de Mediação Escolar; Pedro Filé, Secretário Extraordinário da Juventude do Amapá; Joyce Ferreira, Professora da E.E. Antônio Cordeiro Pontes; Lucila Malcher; Professora da E.E. Sebastiana Lenir; Cândida Magave, Professora da E.E. Coelho Neto e Valdelena Costa, Professora da E.E. Raimunda dos Passos.

- Macapá, 16 de outubro de 2020 –

Assessoria de Comunicação Social

Siga-nos no Twitter: @Tjap_Oficial

Facebook: Tribunal de Justiça do Amapá

You Tube: TJAP Notícias

Flickr: www.flickr.com/photos/tjap_oficial

Instagram: @tjap_oficial

Selo 28 Anos TJAP Selo 29 Anos TJAP Selo Ouro CNJ Sessões online