Adotar é Amor: TJAP adere à campanha nacional promovida pelo CNJ

19.05.2022_-_TJAP_ADERE_CAMPANHA_ADOCAO_CNJ._370x230.jpgAdoção vai muito além de um laço de sangue, mas uma ligação de amor. Em 25 de maio é celebrado o Dia Nacional da Adoção e o Tribunal de Justiça do Amapá (TJAP) abraçou a campanha “ADOTAR É AMOR”. Promovida pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) pelo sexto ano consecutivo, a ação objetiva sensibilizar e conscientizar a população sobre a importância da adoção. A campanha contará com divulgação de cards, vídeos e diversos outros materiais sobre o tema. Os prédios da Justiça também serão iluminados no período de 21 a 25 de maio com o intuito de apoiar e trazer mais visibilidade ao tema.

 

Twittaço

No dia 25 de maio haverá um twittaço em que o Tribunal também participará, para que haja uma mobilização entre as instituições públicas e privadas, jornalistas, influenciadores digitais e internautas para que a hashtag #adotarÉamor fique em alta durante o dia. O propósito de promover essa campanha é evidenciar o grande número de crianças e jovens que esperam por uma família que possa acolhê-los, amá-los e respeitá-los.

 

VII Caminhada da Adoção

Na edição de 2022, para encerrar a programação, o Tribunal de Justiça do Amapá, a Sociedade Amapaense de Apoio à Adoção (Saad) e instituições parceiras realização a VII Caminhada pela Adoção. O ato terá concentração na Praça Veiga Cabral, na manhã do dia 28 de maio (sábado), e pretende reunir os apoiadores da causa e famílias para percorrerem o Centro da capital até a Fortaleza de São José de Macapá, chamando atenção da sociedade para o ato de adotar.

 

Dados Nacionais

De acordo com dados do Sistema Nacional de Acolhimento e Adoção (SNA), existem atualmente 4.962 crianças e jovens aptas para serem adotadas. Porém, com a demora e burocracia, muitas famílias desistem. Outro dado preocupante é que a maioria dos pais adotantes preferem crianças menores, com até 03 anos de idade.

A assistente social Quezia Cordeiro, servidora do Juizado da Infância e Juventude - Área Cível e Administrativa, ressalta que uma das principais dificuldades em relação ao tempo prolongado nesse processo de habilitação e adoção está relacionada à idealização do perfil pleiteado pelos requerentes à habilitação. “É muito importante considerar, nesse processo, que a adoção deve atender ao superior interesse da criança e do adolescente; há crianças maiores e adolescentes que desejam ser cuidados e amados por uma família”, ressaltou.

A preferência por crianças menores dificulta a adoção de crianças maiores e adolescentes que são um público expressivo no Sistema Nacional de Adoção. Segundo dados do CNJ, nos últimos seis anos, de todas as adoções efetivas, apenas 17% foram de crianças de 8 a 11 anos e 8% adolescentes a partir dos 12 anos de idade. “A preferência das famílias por crianças nos seus primeiros anos de vida faz com que as crianças maiores e os adolescentes cresçam, atinjam a maioridade e não gozem dos cuidados proporcionados pela parentalidade afetiva que a família deve garantir ao público infantojuvenil, concluiu a servidora.

A campanha “ADOTAR É LEGAL” foi pensada em um trabalho em conjunto pelo Tribunal de Justiça do Estado do Amapá por meio do Juizado da Infância e Juventude de Macapá - Área Cível e Administrativa, em parceria com a Sociedade Amapaense de Apoio à Adoção (SAAD), para enfatizar a importância da adoção com o propósito de diminuição dos números de crianças e adolescentes em abrigos.

 As ações da campanha têm início nesta sexta-feira (20), em todo Brasil.

 

- Macapá, 20 de maio de 2022 -

 Assessoria de Comunicação Social

Texto: Beatriz Haussler

Arte: Amanda Diniz

Central de Atendimento ao Público do TJAP: (96) 3312.3800

Siga-nos no Twitter: @Tjap_Oficial

Facebook: Tribunal de Justiça do Amapá

You Tube: TJAP Notícia

Selo 28 Anos TJAP Selo 29 Anos TJAP Selo Ouro CNJ Sessões online

O Tribunal de Justiça do Estado do Amapá utiliza cookies em seu portal e Aplicativos para controle de navegação no site e geração de informações estatísticas, os quais são armazenados apenas em caráter temporário para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com esse monitoramento. Conheça nossa Política de Privacidade, Cookies e a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais - LGPD