Programa radiofônico “JUSTIÇA POR ELAS”: um espaço para combater toda forma de violência contra a mulher”

conhecaelas 1O Judiciário amapaense estreou em 02 de agosto de 2016 o Programa radiofônico “Justiça por Elas”. Conduzido pela Assessoria de Comunicação do TJAP, o programa vai ar pela Rádio Universitária 96.9 FM, no horário de 15 às 16 horas, todas as terças-feiras. Trata de temas relativos às mulheres, com informações sobre políticas públicas, direitos e deveres e entrevistas com convidados especiais.

conhecaelas 4O presidente do TJAP, desembargador Carlos Tork, declara que o programa é um importante instrumento de comunicação destinado às mulheres na consolidação de seus direitos e no enfrentamento dos crimes no âmbito doméstico, atendendo ao que preconiza a Meta 08 do Conselho Nacional de Justiça. Foi cuidadosamente planejado para que o público tenha conhecimento de todas das ações realizadas pela Justiça Estadual no combate a violência doméstica e pela preservação da paz no lar.

Segundo o desembargador-presidente, as campanhas de combate à violência contra a mulher e a propagação de notícias durante o programa radiofônico, reforçam o trabalho desenvolvido por órgãos e instituições do estado neste sentido.

conhecaelas 14“Quando temos um Judiciário empenhado em fortalecer esse combate por meio do aumento do número de audiências e na promoção dessa paz no ambiente familiar, só renova nossa força no enfrentamento à violência. Portanto, todo e qualquer mecanismo de defesa dos direitos das mulheres, como é o Programa Justiça por Elas, ajuda nessa luta contra tais situações, especialmente para aquelas mulheres que moram distante e podem ter acesso às informações através dos programas de rádio”, disse o presidente.

conhecaelas 19A titular do Juizado de Violência Doméstica de Santana, juíza Michelle Costa Farias, disse que pela afinidade que desenvolveu na lida com os casos de mulheres vitimadas por seus companheiros, procura desenvolver, junto de sua equipe, um trabalho extrajudicial de ampliação nesses atendimentos, não apenas à mulher, mas ao homem também e, especialmente à família. Segundo ela o Programa Justiça por Elas é mais um espaço para a disseminação e ampliação desses atendimentos.

“Por onde as campanhas educativas passam, existe sempre um retorno com o aparecimento de várias denúncias. O espaço aberto na rádio, através do programa Justiça por Elas, provocou uma maior visibilidade desses casos, garantindo que eles sejam punidos na forma da lei”, disse a magistrada.

conhecaelas 10A Secretária Extraordinária de Políticas para Mulheres do Estado, Aline Gurgel, afirmou: “Vivemos um momento de profunda transformação social em que as mulheres são protagonistas de sua própria história, não mais como donas de casa, mas sim como trabalhadoras que lutam pelos seus direitos. Mas, é necessário que esses direitos sejam conhecidos por elas, por isso é de grande importância a visibilidade que o Programa radiofônico Justiça por Elas dá aos direitos que todas as mulheres têm e precisam conhecer”.

O espaço no rádio é mais uma ferramenta para que as mulheres que se sentem agredidas e violentadas possam ser ouvidas e buscar seus direitos. Então anote aí: todas as terças-feiras você tem um compromisso com a Justiça: sintonize na Rádio Universitária 96.9 FM, das 15 às 16 horas, no programa “Justiça por Elas”.

-Macapá, 22 de janeiro de 2018-

Assessoria de Comunicação Social
Siga-nos no Twitter: @Tjap_Oficial
Facebook: Tribunal de Justiça do Amapá
You Tube: TJAP Notícias
Flickr: www.flickr.com/photos/tjap_oficial
Instagram: @tjap_oficial
Programa Justiça por Elas- Rádio 96.9 FM
Programa Conciliando as Diferenças- Rádio 96.9 FM
Programa Nas Ondas do Judiciário- 630 AM
Programa Justiça em Casa- Rádio 96.9 FM
Programa Justiça Contando Histórias- Rádio Difusora

Selo 28 Anos TJAP Selo 29 Anos TJAP Selo Ouro CNJ Sessões online

O Tribunal de Justiça do Estado do Amapá utiliza cookies em seu portal e Aplicativos para controle de navegação no site e geração de informações estatísticas, os quais são armazenados apenas em caráter temporário para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com esse monitoramento. Conheça nossa Política de Privacidade, Cookies e a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais - LGPD