Senhor(a) Servidor(a),

O Tribunal de Justiça do Estado do Amapá, com o objetivo de obter destaque no Prêmio CNJ Qualidade – Edição 2019, instituído pela Portaria 88/2019-CNJ, convida os servidores a participarem do Curso de Nivelamento dos Servidores do Poder Judiciário, ora promovido por aquele Conselho, na modalidade a distância e no formato autoinstrucional.

O referido curso tem o propósito de ofertar capacitação para os servidores do Poder Judiciário em temas que propiciem o domínio de competências necessárias com vistas à melhoria das práticas profissionais, contribuindo para sua formação, com impactos substanciais no desenvolvimento de sua atuação profissional para uma prestação jurisdicional eficiente.

Assim, concito os servidores a participar do referido Curso, informando que a conclusão da capacitação irá até o dia 30 de setembro de 2019. As inscrições estão em andamento e devem ser realizadas meio do link: Curso de Nivelamento dos Servidores do Poder Judiciário

TJAP conclui 1º Ciclo do programa Avaliação de Competências implementado na Justiça do Amapá

competenciascijclo (1).jpgO Projeto Melhor+, que visa implementar no Tribunal de Justiça do Amapá (TJAP) um modelo de gestão de pessoas baseado em suas competências, teve seu primeiro ciclo concluído. Neste ciclo foram avaliadas as competências e responsabilidades de cada servidor. A metodologia utilizada contempla três perspectivas: Competências Comportamentais, Competências Técnicas e Responsabilidades.

competenciascijclo (3).jpgO desembargador-presidente Carlos Tork ressalta que de acordo com o relatório, o conceito ampliado de competências qualifica pessoas, processos e planejamento estratégico, sendo que pessoas estão relacionadas a competências técnicas e comportamentais; processos estão relacionados a responsabilidades e planejamento estratégico está relacionado a resultados - os dois últimos compõem o desempenho.

A coleta das avaliações ocorreu entre 26 de outubro 2018 e 1º de fevereiro de 2019, de modo online no sistema disponibilizado pela Consultoria Leme. Em todo o Tribunal a adesão foi de 87% na avaliação comportamental, 82% na avaliação das competências técnicas e 81% na avaliação das responsabilidades.

competenciascijclo (5).jpgOs resultados deste primeiro ciclo já revelam, por exemplo, as dez unidades de gestão com melhor desempenho na avaliação técnica – todas com 100 pontos, são elas: Juizado da Infância e Juventude – Área Cível e Administrativa; Vara do Juizado Especial Cível Central da Comarca de Macapá; Vara da Infância e Juventude da Comarca de Santana; Secretaria Única das Varas Cíveis e de Fazenda Pública da Comarca de Macapá; 3ª Vara Cível e de Fazenda Pública da Comarca de Macapá; Secretaria Única das Varas Criminais da Comarca de Macapá; Juizado Especial Criminal da Comarca de Macapá; 3ª Vara Cível e de Fazenda Pública da Comarca de Santana; Secretaria Única dos Juizados Virtuais Centrais da Comarca de Macapá; Juizado da Infância e Juventude – Área Infracional da Comarca de Macapá.

Quanto aos servidores, o desempenho técnico destacou três setores com pontuação máxima – 100 pontos: Seção de Transportes; Divisão de Gestão de Patrimônio e Seção de Apoio às Comarcas.

Entre os melhores desempenhos no quesito responsabilidades, referente aos gestores, destacam-se com 105 pontos cada os setores: Juizado da Infância e Juventude – Área Infracional; 3ª Vara do Juizado Central Cível da Comarca de Macapá; Vara Única da Comarca de Tartarugalzinho; Cartório Distribuidor da Comarca de Macapá; Juizado da Infância e Juventude – Área Cível e Administrativa da Comarca de Macapá; 7ª Vara do Juizado Especial Cível – Unifap; 1ª Vara do Juizado Especial Cível da Comarca de Macapá; 2ª Vara de Competência Geral da Comarca de Laranjal do Jarí; Juizado da Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher da Comarca de Macapá; 2ª Vara do Juizado Especial Cível Central da Comarca de Macapá.

Na avaliação de responsabilidades com relação a servidores, a maior nota foi obtida pelo Juizado da Infância e Juventude – Área Cível e Administrativa da Comarca de Macapá, com 104,83 pontos.

competenciascijclo (4).jpgA empresa Leme Consultoria constatou também que a competência comportamental relativa ao comprometimento é um dos pontos fortes do TJAP, tendo entre seus dez melhores indicadores comportamentais três relativos a essa competência. Conforme os resultados, o servidor do Judiciário é pontual, assíduo e tem compromisso com seu horário de trabalho, tendo consciência de que sua ausência prejudica os colegas e resultados que dependem das suas atividades.

O servidor da Justiça também assume a responsabilidade por suas atividades, evitando transferi-las para os colegas de trabalho. E no terceiro aspecto destacado, este servidor mantém sigilo de informações às quais possui acesso, zela pela imagem da área onde trabalha e do Judiciário como um todo.

Figurando como a melhor competência comportamental, outro destaque foi para o foco no jurisdicionado. Essa competência é composta pelos seguintes indicadores: Cortesia e respeito no atendimento; atendimento ao público sem distinção e com respeito às prioridades e normas legais, e compreensão das necessidades do jurisdicionado tomando as ações necessárias para atendê-lo dentro das diretrizes organizacionais.

competenciascijclo (8).jpgO gerente do projeto pelo TJAP, servidor Diego França, informou que “no passo seguinte os gestores avaliadores devem fornecer o feedback sobre o resultado da avaliação dos seus liderados, além de construir em conjunto com esses liderados o Plano de Desenvolvimento Individual - PDI, que é um planejamento para que os servidores desenvolvam as oportunidades de melhoria nas questões identificadas na avaliação”. Esta etapa será cumprida nos próximos 60 dias.

Macapá, 27 de fevereiro de 2019 -

Assessoria de Comunicação Social
Siga-nos no Twitter: @Tjap_Oficial
Facebook: Tribunal de Justiça do Amapá
You Tube: TJAP Notícias
Flickr:www.flickr.com/photos/tjap_oficial
Instagram: @tjap_oficial
Programa Justiça por Elas- Rádio 96.9 FM
Programa Conciliando as Diferenças- Rádio 96.9 FM
Programa Nas Ondas do Judiciário- 630 AM
Programa Justiça em Casa- Rádio 96.9 FM
Programa Justiça Contando Histórias- Rádio Difusora

selo-ouro-cnj selo-ouro-cnj Sessões online