O Coral do TJAP

O CORAL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA do Amapá, criado em 30.06.1995, pela Resolução 011/95, na gestão do Desembargador Mário Gurtyev de Queiroz tem como objetivo participar de uma ação cultural mais humana e mais saudável, oferecendo à comunidade de Serventuários da Justiça e à sociedade em geral a oportunidade de contato com obras musicais de autores desta e de outras épocas e, ainda, ensejando aos integrantes do grupo uma formação de extensão cultural, na área da música.

O canto do coral no ambiente de trabalho, como em outras atividades humanas, funciona com terapia ocupacional, além de proporcionar o desenvolvimento de talentos e valores pessoais, em prol da cultura. É, sem dúvida, um trabalho de uma amplitude significativa para o futuro de um mundo preocupado com o homem de amanhã que sobreviverá apenas se descobrir a possibilidade de fazer de sua vida uma harmonia.

No mesmo ano de criação o Coral já deu mostras a que veio: no dia 18 de dezembro de 1995, no Fórum Des. Leal de Mira, foi realizado o I Concerto, sob a regência de seu fundador Gilberto Oliveira, com as canções:

  • Viva o sineiro (Cânon a 40 vozes do Folclore Francês)
  • Edelvais (do filme Noviça Rebelde - arr.Gilberto Oliveira)
  • Meu limão, meu limoeiro (letra e musica: José Carlos Burle - arr.Gilberto Oliveira)
  • Sobre o Arco Íris (Música Arold Arlem - Arr. Tony Ramos)
  • Noite Feliz (letra: Joseph Moor - 1818, música: Franz Gruber (1818)

No biênio 1997/1999, o Coral se apresentou em diversos locais à convite de Órgãos Públicos, Entidades Privadas e Particulares, levando a todos uma mensagem de paz e harmonia através da divina arte do canto.

Em 1997, o Coral viajou no período de 06 a 15 de setembro, participou do XXI FEMACO (Festival Maranhense de Coros na Cidade de São Luiz - MA), atendendo a convite da Universidade Federal do Maranhão. Tomando conhecimento da presença do Grupo nessa Cidade, o Presidente do Tribunal de Justiça daquele Estado fez questão de que o Coral se apresentasse para Desembargadores, Juízes e Serventuários daquele Poder Judiciário.

Durante o período de 10 a 13 do mesmo mês, o Grupo viajou à Cidade de Fortaleza, onde, igualmente a convite do Presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará, Desembargador José Maria Melo, realizou concerto para Desembargadores, Juízes, Serventuários da Justiça do Ceará e outras autoridades locais.

Em 2000, na regência da Maestrina Arnely Schulz, foi criado o projeto Cantatas Itinerantes onde o grupo se une jubiloso, para através de uma terna harmonia, cantar o Natal junto com a comunidade amapaense. Fazendo soar entre os recantos deste Estado uma mensagem de fé, paz, esperança, e acima de tudo, de amor, pois onde não há amor não existe Justiça.

Em 2003, com a Maestrina Ellen Paula, foi desenvolvido trabalho com os Corais Infanto Juvenil e Adulto - culminando com vários apresentações e comemoração dos dez anos desta Corte, realizada no Monumento Marco Zero do Equador.

Na regência de Paulo Bastos, enfatizou-se principalmente as músicas folclóricas.

Na regência de Elder Márcio Guimarães Cavalcante, que tem dedicado maior atenção ao canto erudito, o Coral/TJAP é resultado de persistência e paixão pelo canto, divulgando a arte de cantar pelo diversos eventos culturais do Estado, como por exemplo, a última apresentação no Teatro das Bacabeiras, juntamente com a Camerata Musicale da Alemanha, nos dias 17 e 18.05.2005. O Coral e a Orquestra proporcionaram um espetáculo ímpar, com platéia lotada para ouvir música de boa qualidade.

Vale ressaltar a participação nos casamentos comunitários realizados pelo Tribunal de Justiça, nas diversas comarcas do Estado do Amapá.

No ano de 2005, em comemoração aos dez anos de sua criação, O Coral/TJAP realizou um Concerto no dia 16 de setembro de 2005 com apresentação de diversos estilos e gêneros musicais cantado pelo Grupo ao longo do período.

Selo 28 Anos TJAP Selo 29 Anos TJAP Selo Ouro CNJ Sessões online

O Tribunal de Justiça do Estado do Amapá utiliza cookies em seu portal e Aplicativos para controle de navegação no site e geração de informações estatísticas, os quais são armazenados apenas em caráter temporário para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com esse monitoramento. Conheça nossa Política de Privacidade, Cookies e a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais - LGPD